Publicações

Pastoral do Menor em luto pela sua Fundadora Irmã Maria do Rosário

A Família Pamen sente profundamente a perda de irmã Maria do Rosário, uma das fundadoras da Pastoral do Menor

Faleceu na madrugada de hoje, 22 de março, vítima de infarto do miocárdio, em São Paulo, a religiosa Maria do Rosário Leite Cintra, conhecida como irmã Maria do Rosário, uma das fundadoras da Pastoral do Menor, junto com Dom Luciano Mendes de Almeida e Ruth Pistore.

A religiosa tinha 82 anos e pertencia a Congregação das Filhas de Maria Auxiliadora. Teve sua vida compromissada com a causa da criança e do adolescente, além de idealizadora da Pastoral do Menor, Irmã Maria do Rosário foi uma das relatoras do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) e durante a Assembleia Nacional Constituinte, nos anos 1980, participou ativamente da articulação com os congressistas sobre a necessidade  de garantir os direitos das crianças e dos adolescentes na Constituição Federal. Fundou o Instituto para o Desenvolvimento Integral da Criança e do Adolescente,

o sepultamento acontecrá no Cemitério do Santíssimo Sacramento, na Av. Dr. Arnaldo, 1200 – Pacaembu, Sumaré,  às 08h, na manhã do dia 23.

Homenagem da Coordenação Nacional da Pamen 

A Coordenadora Nacional da Pamen, Marilda dos Santos Lima, muito emocionada lamentou profundamente a partida da Irmã Maria do Rosário, e prestou um depoimento em gratidão a toda entrega de vida e energia à causa dos pequenos, enfatizando a grande dedicação da irmã à Pastoral do Menor:

A irmã Maria do Rosário foi presença significativa em minha e tantas outras vidas e, desde a minha adolescência, eu tinha apenas treze anos quando a conheci, sempre salientando a  importância dos agentes da Pastoral do Menor. Eu sempre ficava orgulhosa quando ela falava da minha mãe, Miralda, como exemplo de educadora, quando minha mãe foi indicada para a primeira turma dos Conselheiros Tutelares, sonho que foi sonhado e incentivado por muitos e, escrito e implementado no ECA, instrumento construído com muita dedicação de tantas pessoas e da Irmã Maria do Rosário, que se tornou um ícone, nesta luta de construir uma lei de proteção integral para as crianças e adolescentes.

Hoje, sendo já adulta, mãe, avó, veio em minha mente a lembrança de ter sido uma adolescente privilegiada de ter passado pela ação da Pastoral do Menor, tendo conhecido pessoas como a Irmã Maria do Rosário e Dom Luciano, que definiram e contribuíram na vida de centenas e centenas de crianças e adolescentes em  todo o Brasil, e também influenciaram a America Latina.

Para nós da Pastoral do Menor, hoje é um dia de dor e muita tristeza, sobretudo, dia de fazer memória e lembrar de uma mulher Religiosa Salesiana, sempre devota de Nossa Senhora, que dedicou toda sua vida e energia à causa dos pequenos, aqueles que a sociedade até hoje ainda não enxerga.

Irmã Maria do Rosário,

Nós queremos neste dia, dizer da sua importância em nossa vida, do nosso afeto. Sempre ficava emocionada quando a senhora lembrava dos primeiros momentos da Pastoral do Menor,  indo no centro educacional comunitário Itápolis e ficando orgulhosa de ver uma adolescente, que era eu, fazendo um trabalho de consciência política com outros adolescentes, no mural trazendo as notícias daquela época por meio das revistas, recortes de jornal, para falarmos sobre a realidade, lembrando sempre desta cena em que a senhora tinha orgulho:  onde  uma adolescente, que residia em um local de tantas faltas, pudesse possibilitar vidas  para outras vidas, porque era fruto de todas estas ações da Pastoral do Menor.

O que dizer deste dia de tristeza e saudades?

A senhora será mais um intercessora, nesta árdua luta dos Direitos Humanos, principalmente dos Direitos ainda de centenas e centenas de crianças que sofrem.

Para nós, agentes da PASTORAL DO MENOR, vamos *REVIGORAR* o nosso *COMPROMISSO*, a nossa *ENTREGA*, para que um dia de fato, tudo o que sonhamos e colocamos na Lei que protege essas crianças e adolescentes seja realidade.

Não vamos parar um minuto enquanto houver crianças e adolescentes sofrendo, pois acreditamos assim como a senhora nos ensinou: irá chegar um dia em que as crianças  e adolescentes serão prioridade absoluta, seus direitos fundamentais serão garantidos,  e nós teremos  a realização daquele artigo que a senhora sempre falava com tanto amor, dedicação e ardor, o artigo 227 da Constituição, nós teremos um Brasil em que o Poder Público, a Família e a Comunidade irmanados, irão assegurar os Direitos Fundamentais de todas  as crianças e adolescentes, farão isso em caráter de prioridade.

Este sonho, que ainda estamos construindo, com a sua partida é o legado que foi deixado, primeiro com Dom Luciano,  e agora com a senhora. Nós agentes da Pastoral do Menor, não cessaremos enquanto houver crianças e adolescentes sofrendo, vamos priorizar e intensificar as ações, celebrando o dia em que crianças e adolescentes de nossa nação de fato serão  prioridade  absoluta.

Irmã Maria do Rosário, muito obrigada! Nossa Mestra, Educadora e Orientadora.

Hoje estás perto de Deus, junto a Ele interceda por todos nós! Amém!

Com Gratidão e Saudades”,

Marilda dos Santos Lima

Coordenação Nacional da Pastoral do Menor

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s