Publicações

Novo Informativo Pamen

Veja as principais atividades da Pamen neste trimestre!

Temos uma matéria especial sobre o Encontro Nacional ocorrido no mês de novembro de 2018.

Uma mensagem especial do nosso Bispo de Referência, D. Luiz Fechio.

E muito mais!

Faça o download da publicação Informativo Pamen Dezembro de 2018

Noticias

Pastoral do Menor participa de Seminário sobre Letalidade

 

O tema é uma das prioridades que a  Pamen definiu neste triênio: “Enfrentamento da violação dos direitos humanos de crianças e adolescentes e de todas as formas de violência, em especial o extermínio”.

A preocupação com indicadores de mortes de adolescentes em contexto de violência levou a realização do Seminário: Enfrentamento da Letalidade de Crianças e Adolescentes – Como Construir uma Estratégia Nacional, que acontece hoje em Brasília. A Pastoral do Menor Nacional participa através da representante Regina Leão.

O evento é uma iniciativa do  Ministério dos Direitos Humanos (MDH) e o Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente (Conanda)  e vem a ser a culminância do Grupo Temático (GT) instituído em julho de 2017 pelo Conanda com a finalidade de formular e propor estratégias de articulação de políticas públicas e serviços para a prevenção e o enfrentamento desta situação no país.

O GT irá apresentar as propostas que serão base para a elaboração de uma política nacional voltada à redução do número de homicídios de crianças e adolescentes no Brasil.

Segundo o estudo Elaborado pelo MDH, UNICEF, Observatório de Favelas e o Laboratório de Análise da Violência, da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (LAV-Uerj), desde 2012, o número de adolescentes na faixa etária de 12 a 18 anos que estaria morrendo por agressão é proporcionalmente mais alto do que do resto da população brasileira.

O estudo aponta para uma situação alarmante em que a violência letal de adolescentes segue crescendo, sobretudo, nos Estados do Nordeste, região que concentra sete das 10 capitais mais violentas do país. Os meninos negros são as principais vítimas da violência letal. De acordo com os dados, os adolescentes do sexo masculino têm um risco 13,52 vezes superior ao das adolescentes do sexo feminino, e os adolescentes negros, um risco 2,88 vezes superior ao dos brancos. O risco de ser morto por arma de fogo é 6,11 vezes maior do que por outros meios.

Participam do evento: membros do Grupo Temático do Conanda; representantes da Secretaria Nacional de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (SEPPIR); da Secretaria Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente (SNDCA); da Secretaria Nacional de Juventude (SNJ); do Instituto de Pesquisa Econômica e Aplicada (IPEA); e de organizações da sociedade civil executoras de ações e programas de enfrentamento da violência letal de crianças e adolescentes.

 

Fonte: Conanda

Noticias

Evento na Alemanha conhece realidade brasileira através da Pamen

A Pastoral do Menor Nacional participa de evento da Ação Episcopal Adveniat, em Bonn, Alemanha. O evento vai lançar a Campanha de Solidariedade em favor da Igreja na América Latina e do Caribe cujo objetivo é conscientizar e motivar os católicos na Alemanha a apoiarem o trabalho pastoral da Igreja na América Latina e Caribe.

Neste ano de 2018, o tema da campanha é “A Juventude assumindo responsabilidades”. Várias entidades da América Latina puderam expor suas realidades.

Regina Leão da Pastoral do Menor falou da realidade de exclusão e desigualdade no Brasil e seus efeitos sob a juventude. A jovem Suanny Martins, da Pamen-Rio falou de sua experiência na comunidade de Acarai, no Rio de Janeiro.

” Desde os 7 anos de idade sempre estive incluída em projetos da Pamen, ambiente completamente voltado ao ensino, aprendizagens, com algo diferente da realidade do tráfico de drogas, onde as crianças são expostas a uma cultura nada saudável. Graças aos projetos, não somente eu, mas diversas crianças e adolescentes elevaram suas expectativas de vida. Isso foi fundamental na minha formação como indivíduo e cidadã. Estou cursando uma faculdade e trabalho no Centro de Defesa da Criança, onde quero contribuir para um mundo melhor”, relatou Suanny.

Segundo Regina Leão, as atividades na Alemanha ainda se estenderão:  “Estaremos participando nos próximos quinze dias, de palestras, debates, dando entrevistas em universidades  de diversas cidades da Alemanha. A abertura oficial da campanha será no próximo dia 02 de dezembro de 2018”, informou Regina Leão.

Entre os eventos que Regina e Suanny participam está o Mesa Brasil, promovido pela ONG Missereor, que encerra hoje. As representantes da Pamen falaram de duas temáticas: a situação de jovens discriminados e a falta de políticas públicas para a juventude, acesso à educação pública e uma evolução pessoal.

 

Noticias, Protagonismo

Adolescentes da Pastoral do Menor participam de Encontro no Rio

 “Vou caminhando uma luta com a qual encaramos diversos desafios, mas a fé, a esperança e o encontro de outras histórias me faz acreditar que esse é o caminho e que temos mais a ganhar do que perder. Estou feliz por ver uma geração de adolescentes que estão lutando pelos seus, meus, nossos direitos e da geração futura”. Maxwel Talles

Meninos e meninas representantes dos Regionais Noroeste, Oeste 1 e também do Estado do Rio de Janeiro participam do Encontro Sub-Regional Sul de Crianças e Adolescentes da Rede Latino Americana e Caribenha pela defesa dos direitos de crianças e adolescentes –Redlamy, que está sendo realizado de 15 a 18 no Colégio Marista na cidade do Rio de Janeiro.

O evento foi organizado no Brasil pelo Fórum Nacional dos Diretos da Criança e do Adolescente – DCA, Movimento Nacional de Direitos Humanos (MNDH) e Associação Nacional de Centros de Defesa da Criança e do Adolescente (ANCED) em parceria  com a União Européia, Plan do Brasil, Ministério de Direitos Humanos do Brasil e a Escola de Samba da Estácio.

Segundo Márcia Carvalho, da Comissão organizadora, o encontro  vai possibilitar um espaço de intercâmbio de experiências participativas de meninos e meninas do Brasil,  Argentina , Chile, Paraguai e Uruguai. Pretende visibilizar  espaços de incidência onde participam crianças e adolescentes  e consensuar os principais temas prioritários nesses países para gerar um plano de ação. “Aqui no Brasil temos os maiores casos de gravidez na adolescência, trabalho infantil, exploração sexual e assassinatos de crianças e adolescentes de todo continente” enfatizou Márcia Carvalho .

Entre os ninos e ninas que estão no evento, Maxwel Talles (Regional oeste 1) e João Victor Marques (Regional Noroeste) são adolescentes que representam a Pamen no CPA do Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente (Conanda). Edson Nogueira e Maycon Keven Alves são adolescentes da Pamen Rio.

 

Publicações

Informativo Pamen

Veja as principais atividades da Pamen neste semestre no Brasil afora!

Temos uma matéria especial sobre protagonismo juvenil nas Escolas de Cidadania.

Um balanço das Caravanas de Direitos do Conanda realizadas em todas as Regiões do Brasil.

E muito mais!

Faça o download do Informativo Pamen Outubro 2018 !

 

 

 

 

Noticias

Fortalecimento na missão é o sentimento do Encontro Nacional PAMEN

Termina hoje, dia 08, o encontro  da coordenação e conselho nacional da Pastoral do Menor, em Belo Horizonte, Minas Gerais.

O evento teve o objetivo de dar continuidade ao planejamento trienal,  a partir das diretrizes da IX Assembleia Nacional, bem como partilhar as ações e os desafios mais significativos dos regionais e  tecer  reflexões acerca da conjuntura no país e a incidência política da Pastoral do Menor nos espaços de representação nacional e nas bases.

O Bispo de Referência Nacional da Pastoral do Menor, D. Luiz Gonzaga  Fechio esteve presente durante todo o encontro que reuniu  a coordenadora nacional, Marilda Lima e os representantes dos regionais e sub regionais do conselho da pastoral :Região Norte: Marcia Miranda (AM), Arlindo Sabino (RO)  e Junior  Pereira (PA); Região Sudeste: Regina Leão (RJ), Pe. Ovídio Andrade (SP), Alessandra Castro (MG), Sônia Amâncio (ES), Região Nordeste: Tony Marques (RN), Sonia Pereira  (PB),  Amanda Silva (PB), Nipson Oliveira  (PE), Lidiane Nogueira (CE) , Região Sul: Célia Santana (PR), Pe. Walter (PR), Marines Filipini (SC) e Marisa Oberton (RS), Região Centro Oeste: Arlene Domingues (MS) e Djalma Nascimento (DF).

Na avaliação do bispo de referência,  D. Luiz, o encontro foi  muito produtivo: “ As pessoas estiveram com muita vontade diante das circunstâncias onde estamos enfrentando muitos desafios e precisamos nos unir como irmãos nesta causa. Este encontro nos congrega, nos irmana, faz com que nos atualizemos nas disposições quanto ao retorno do nosso lugar de origem, diante de tantas  coisas bonitas que a Graça de Deus nos permite realizar na vida das crianças e adolescentes. Foi um motor para ir em frente e nos colocar nos trilhos, nesse trem que não pode parar. A locomotiva que é a presença do Espírito Santo e daqueles que vieram antes de nós:  D. Luciano Almeida, Ir. Maria do Rosário, Ruth Pistori. Portanto só  fortaleceu a  todos nós  para nossa missão”.

Para a coordenadora nacional, Marilda Lima, o encontro  foi momento de fortalecimento da identidade e mística: “Podemos  beber da fonte da nossa caminhada , refletindo o nosso papel hoje , afirmado nossos princípios e  definindo  estratégias e ferramentas para responder às prioridades da última Assembleia com  foco na incidência política, qualificando a participação de famílias e adolescentes”.

Marilda ressaltou ainda  a participação do grupo e em especial de D. Luiz : “Foi muito bom pela dedicação ao processo reflexivo, visando aprimorar a nossa prática, com o Plano de Monitoramento e Avaliação, a fim de evidenciar as mudanças e conquistas. A presença do nosso Pastor  Dom Luiz  é muito especial porque caminha com compromisso e alegria com os agentes,  nossa profunda  gratidão  a ele”  .

 

 

 

 

Noticias

Manaus ganha Centro de Referência Pastoral para atender crianças e adolescentes

casa betenia2

A Arquidiocese de Manaus-AM reativou a sede da Pastoral do Menor com uma proposta agregadora: transformar a Casa Betânia em um Centro de Referência para o atendimento de crianças e adolescentes do interior e da capital, integrando as ações das demais pastorais sociais.

Segundo a coordenadora da Pamen na Região Norte, Márcia Maria Miranda: “Desta forma, em comunhão, haverá a junção de vários grupos, organismos e pastorais que desenvolvem atividades comuns para atingir o mesmo objetivo que é atender às mais variadas necessidades da criança e do adolescente, buscando sempre a garantia de seus direitos”, explicou Márcia Miranda.

A Casa Betânia terá a coordenação da assistente social Ana Maria Soares, atual vice-coordenadora da Pamen na Região Norte.

Veja a reportagem completa:

 

Sem categoria

Parabéns PAMEN Paraíba: 41 anos de serviço aos pequenos

 

9de216a2-49f2-4444-ba74-a4eee083474d

O Sub Regional NE 2 Paraíba, comemora hoje 41 anos de existência, uma data que não pode passar em branco!

Para celebrar os 41 anos da Pamen Nacional e Pamen Paraíba, a arquidiocese PB reúne todas as Pamens num grande encontro na Fundação D. Helder Câmara, onde haverá o resgate da história da Pastoral do Menor, honrando seu fundador D. Luciano Mendes de Almeida, bem como haverá a apresentação dos diversos Projetos que a Pamen desenvolve no Estado.

Segundo o coordenador da Pamen na Arquidiocese de João Pessoa, Pe. Xavier Paolillo, a Pastoral tem uma riqueza de ações que ajudam centenas de crianças e adolescentes: “Temos uma riqueza de projetos e apesar de todas as dificuldades econômicas e estruturais, a Pastoral do Menor continua firme, forte, e resiste às dificuldades porque sente essa responsabilidade de cuidar criança e do adolescente. Importante sempre lembrar que não somos apenas uma Organização Não Governamental, somos um serviço pastoral dentro da Igreja para lembrar a prioridade que os pequeninos têm no coração de Deus, que devem se tornar a nossa prioridade onde for preciso”,  enfatiza Pe. Xavier.

No link abaixo, ouça o depoimento de Pe. Xavier sobre os 41 anos de PAMEN

Noticias

Surge uma nova Pastoral no Mato Grosso do Sul

A Pastoral do Menor está expandindo seus horizontes: o Regional Centro Oeste 1 está em processo de implantação da Pamen na Diocese de Três Lagoas-MS. Nos dias 18 e 19 de agosto, ocorreu a primeira formação de agentes da Pastoral do Menor da Diocese de Três Lagoas, na sede da diocese, com a presença de 18 participantes, na sua maioria jovens, membros de movimentos das paróquias locais.

A equipe de formação envolveu a coordenadora do Regional Oeste 1, Arlene Domingues, a coordenadora da Pamen na arquidiocese de Campo Grande, Jeniffer Fonseca, a conselheira tutelar e membro da Pamen na Arquidiocese, Marta Vanuza, bem como dos seminaristas Ronaldo de Oliveira e Willian Roberto da Arquidiocese de Campo Grande e André Tales, da Diocese de Três Lagoas, todos agentes atuantes da Pastoral do Menor em Campo Grande.

Os trabalhos foram iniciados na manhã de sábado (18) com a visita da equipe da Pastoral do Menor à Unei Tia Aurora. Lá os agentes observaram a realidade local da unidade de internação, identificando as necessidades locais.

A formação contou com momentos de espiritualidade e de exposição do conteúdo Todo o trabalho culminou com um momento de espiritualidade realizado por Dom Luiz Knupp, bispo diocesano de Três Lagoas, que salientou que nenhuma criança nasce má, a sociedade a torna má e, citando São Francisco de Assis, se dirigindo especificamente ao trabalho dos agentes da Pastoral, enfatizou que muitas vezes eles não terão nem a Bíblia para evangelizar, mas que a Palavra de Deus deve estar plantada em seus corações para que as suas vidas sejam o Evangelho capaz de converter a vida do outro.

O fim da formação se deu no domingo (19) com a Santa Missa celebrada por Dom Luiz. A partir de agora está sendo feita a articulação para a implantação da Pastoral do Menor em Três Lagoas. Quem está a frente da articulação é o seminarista Mauro Henrique, da mesma diocese.

 

Noticias

Pernambuco relembra história do ECA e homenageia Lourdes Viana da Pastoral do Menor

2018_08_04_ETudoComecouAqui

Hoje e amanhã, dia 10, acontece na cidade de Moreno, Pernambuco, o I Encontro de Idealizadores do Estatuto da Criança e do Adolescente- “E tudo começou aqui”. O evento é uma realização da Coordenadoria da Infência e Juventude  do Tribunal de Justiça de Pernambuco (CIJ/TJEPE) , o Conselho Estadual de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente (Cedca-PE) e o Fórum dos Direitos da Criança e do Adolescente (DCA-PE) em parceria a diversos órgãos da região.

A proposta do evento é refletir sobre os 30 anos de história da organização e da participação política de Pernambuco na construção do Estatuto da Criança e do Adolescente, a Lei 8.069, de 13 de julho de 1990. Segundo o coordenador da CIJ/TJPE e presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PE), desembargador Luiz Carlos de Barros Figueiredo, a ideia é reunir aquelas pessoas que participaram dos debates de 1988 sobre o ECA no Estado.

Nesta sexta, dia 10, durante o encontro, os idealizadores do ECA serão homenageados com a entrega do Troféu “Romero Andrade, Procurador de Justiça”. Lourdes Viana, atual presidente do Conselho Estadual de Assistência Social e vice-coordenadora nacional da Pastoral do Menor está entre os homenageados.

Lourdes também fará parte do painel Caminhando pelo ECA em desenvolvimento, a linha do tempo e a história contada pelos primeiros militantes, juntamente com Nivaldo Pereira, do Fórum Estadual DCA, Helena Jansen do Movimento Nacional Meninos e Meninas de Rua e Valeria Nepomuceno,  Grupo de Estudos, Pesquisas e Extensões no campo da Política da Criança e do Adolescente (Gecria)